Pick up usada: revise isso antes de comprar.

Ao comprar uma pick up usada ou semi nova, diversos pontos devem ser verificados para garantir que a economia não se transforme em problema no futuro.

Além da quilometragem e estado geral de uso, também é importante observar os acessórios automotivos e verificar quais estão ausentes ou deverão ser trocados.

Por isso, no post de hoje vamos apontar os principais pontos a serem observados quando comprar uma caminhonete usada. Confira a seguir:

pick up usada ou semi nova

1) Pick up usada: revisão profissional

Para revisão geral do veículo, o mais indicado é que você esteja acompanhado por um mecânico de sua confiança. É ele quem saberá exatamente o que analisar na caminhonete, além de saber também quais os pontos problemáticos dos modelos mais vendidos.

2) Pick up usada: revisão rápida

Enquanto isso, há detalhes que você mesmo pode observar.

  • Validade do extintor
  • Condições do estepe
  • Nível de óleo e sua periodicidade de troca
  • Presença do manual do veículo

Alguns detalhes podem indicar se a pick up foi batida ou passou por enchentes. São eles:

  • Alinhamento das portas e tampas
  • Diferenças de tonalidade na pintura
  • Cor dos parafusos das portas e tampas – quando originais, geralmente terão a cor exata da carroceria
  • Sujeira ou umidade em pequenos compartimentos como porta-luvas ou painel
  • Pontos de ferrugem nas dobradiças
  • Resquícios discretos de barro debaixo dos carpetes – podem permanecer mesmo depois de o veículo ser higienizado

3) Pick up usada: acessórios automotivos

Uma vez que a pick up conta com diversos acessórios fundamentais para seu uso no potencial máximo, é importante conferir a presença e a condição destes itens.

Afinal, se for necessário comprar ou trocar algum deles, o investimento precisa ser considerado. Revise sempre:

Protetor de caçamba:

Ressecamento do protetor, rachaduras e encaixe imperfeito do acessório devem ser considerados. Um protetor com encaixe imperfeito gera barulho durante o trajeto e encurta a vida do acessório. Além disso, peça para remover o protetor e analise as condições da caçamba em si.

Capota marítima:

Falhas nas costuras, sinais de ferrugem na estrutura metálica e desgaste ou rasgos na lona são os principais pontos a observar. Abra e feche a capota várias vezes em busca de sinais de folga ou dificuldades de manuseio.

Leia também: Troque imediatamente a capota se perceber isso!

Santo antônio:

Pontos de ferrugem, folgas e possíveis adaptações devem ser analisadas. E ainda, se você utiliza a pick up com frequência para transporte de carga, verifique a presença da barra de proteção do vidro: ela aumenta a segurança dos ocupantes da cabine e a proteção da carroceria.

Estribos laterais:

Se possível, descubra marca e modelo do estribo para consultar o peso máximo suportado pelo acessório. Verifique a integridade das partes metálicas e a firmeza da instalação.

Leia também: Estribo lateral: quanto peso suporta?

Importante: não indicamos que pule sobre o estribo para verificar sua firmeza. Ao pular, o peso aplicado sobre o acessório é muito maior e a fixação pode ser prejudicada, podendo afrouxar a longo prazo.

Engate de reboque:

Valem as mesmas orientações indicadas para os estribos. Assim, tente descobrir marca e modelo do engate para saber quanto peso ele suporta.

Leia também: Não suba no engate de reboque! Veja o que pode acontecer.

Rack de teto:

Se você utiliza rack de teto, ter o acessório já instalado traz uma economia a mais. Busque por pontos de ferrugem, principalmente nas garras que unem os racks às longarinas.

Leia também: Rack de teto, longarinas ou travessas: qual é a diferença?

Então, este foi o post de hoje. Esperamos que ele ajude você a escolher sua pick up!

Nos siga no Youtube, no Facebook  ou Instagram e fique por dentro de todas as novidades.

Fechar